Urban waste for biomethane grid injection and transport in urban areas

Em várias regiões europeias a gestão de resíduos representa ainda um grande problema e apenas poucas plantas de biogás utilizam resíduos orgânicos para a produção de biogás. As práticas de gestão de resíduos insuficientes são especialmente dominantes nas áreas urbanas. Muitos países ainda despejam grandes quantidades de resíduos sólidos municipais em aterros, em vez de serem utilizados como uma fonte de energia e nutrientes. O uso energético simultâneo dos resíduos orgânicos, tais como resíduos sólidos municipais e resíduos alimentares ou de catering e a criação de um ciclo de nutrientes fechado é uma das principais vantagens da digestão anaeróbica através de plantas de biogás na medida em que transformam resíduos materiais em matéria-prima “desejável”.

Neste sentidos os países europeus têm de obedecer à directiva 1999/31/EC (deposição de resíduos) e a directiva dos resíduos 2006/12/EC de modo a reduzir o preenchimento da terra no correspondente à parte biodegradável de Resíduos Sólidos Municipais para 35% nos próximos 5 a 10 anos. Também têm de obedecer à directiva de energia renovável 2009/28/EC.

A produção de biogás a partir de resíduos tem o potencial de contribuir para os objectivos europeus das directivas acima mencionadas. O melhoramento adjacente da qualidade do gás natural (biometano) e injecção na rede de distribuição de gás natural representa uma oportunidade de usar eficientemente a energia renovável em áreas urbanas. Esta abordagem Waste-to-Biomethane (WtB) é promovida pelo Urbanbiogas

© WIP - Renewable Energies • Sylvensteinstr. 2 • D - 81369 Munich, Germany • 2011